Polícia Civil do Estado do Acre

Prisão de suspeito de feminicídio no Acre revela crime brutal em aldeia peruana

Na manhã desta segunda-feira, 11, a Polícia Civil do Acre (PCAC), atuando na cidade de Santa Rosa do Purus, efetuou a prisão de um homem, das iniciais. E.S.S., acusado do brutal assassinato de sua esposa indígena, Noemi, em uma aldeia no Peru. A ação foi realizada em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça.

O crime veio à tona no dia 27 de outubro, quando a equipe da Delegacia de Polícia Civil de Santa Rosa recebeu informações de que E.S.S., teria cruzado a fronteira com o Brasil para se esconder na cidade, onde sua família reside. O suspeito teria cometido o feminicídio usando uma arma de fogo em uma aldeia peruana de difícil acesso.

A delegada de Polícia Civil, Jade Dene, que responde pelas delegacias de Manoel Urbano e Santa Rosa, informou sobre o mandado de prisão contra E.S.S. Em uma ação conjunta da PCAC com o Promotor de Justiça, Lucas Nonato, da comarca de Feijó, que estava no município, e o apoio da Polícia Militar de Santa Rosa do Purus, deslocaram-se até a residência do acusado, onde ele foi localizado.

“Ao ser informado sobre o mandado de prisão, E.S.S., foi detido sem oferecer resistência. A polícia realizou o procedimento padrão, dando-lhe voz de prisão e lendo seus direitos constitucionais.

O caso que envolve um crime ocorrido em território peruano, apresenta desafios adicionais devido à dificuldade de acesso ao local do crime.

Assessoria/ PCAC

contador