Polícia Civil do Estado do Acre

Polícia Civil resgata cães em situação de maus-tratos e abre inquérito contra responsável pelos animais

Na manhã desta quarta-feira, 06, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio da Delegacia Geral de Rodrigues Alves, recebeu uma denúncia de maus-tratos a dois cães da raça rotweiller, que estavam confinados em uma residência por mais de 15 dias. Os animais abandonados pelo dono, eram alimentados pelos vizinhos, que, preocupados com a situação, arremessavam comida por cima do muro.

Diante dos fatos, os agentes de polícia se mobilizaram rapidamente para averiguar a denúncia. Ao chegarem à residência, descobriram que o proprietário havia transferido os cães para um local desconhecido. Contudo, na tarde do mesmo dia, os investigadores, em colaboração com o delegado encarregado do caso, conseguiram localizar o novo endereço dos animais.

O delegado Marcílio Laurentino descreveu as condições chocantes em que os cães foram encontrados: “Os animais estavam extremamente magros, infestados de carrapatos e visivelmente desidratados, sem acesso a comida e água. Providenciamos imediatamente os cuidados necessários, incluindo alimentação adequada e banho”, enfatizou Laurentino.

Além disso, o delegado informou que os cães serão encaminhados ao centro de zoonoses de Cruzeiro do Sul, onde receberão tratamento veterinário adequado. Posteriormente, serão colocados em um lar temporário para adoção até que o processo judicial seja concluído.

A Polícia Civil do Acre reitera seu compromisso com a proteção dos animais e enfatiza a importância da denúncia de casos de maus-tratos. A colaboração da comunidade é essencial para garantir o bem-estar dos animais e combater esse tipo de crueldade.

Assessoria/ PCAC

contador de visita