Polícia Civil do Estado do Acre

Polícia Civil do Acre promove 61 audiências do Núcleo Pacificar na delegacia da Sobral

Um dos principais objetivos da Polícia Civil do Acre é a promoção da Paz Social, tendo o Núcleo Pacificar como um mecanismo eficaz na solução de conflitos entre pessoas que chegam às delegacias todos os dias. O Pacificar surgiu em agosto de 2015 como projeto piloto, período este em que as conciliações eram realizadas apenas em um único núcleo central.

Com oito anos atuando em várias delegacias do Acre, o Pacificar já realizou mais de seis mil atendimentos com um grande número de conciliações em crimes de menor potencial ofensivo. As mediações têm mostrado resultados positivos, haja vista que os atendimentos e conciliações realizadas, eliminam o conflito já na sua origem, evitando que eles evoluam para uma situação de violência ou um crime de natureza grave.

Esta semana foi realizada um mutirão do Pacificar na 1° Regional (delegacia da Sobral), com a realização de 61 audiências, sendo 30 audiências no dia 30, e 31 audiências no dia 31 de outubro.

Para o coordenador do Projeto Pacificar, Paulo Carpegiane, a ação que ocorreu na delegacia da Sobral foi exitosa e envolveu servidores do Projeto e agentes, escrivães e delegados da regional, que já conhecem os conflitos dos moradores da regional.

Já o delegado, Karlesso Nespoli, destacou que o Pacificar tem realizado um importante papel na sociedade, ao fazer a mediação de conflitos, demonstrando o objetivo do projeto, que tem alcançado números positivos na resolução de problemas entre pessoas da mesma família e do mesmo bairro. “As ações do Pacificar evitam investigações e processos criminais, trazendo verdadeira paz social à sociedade”, destacou Karlesso Nespoli.

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Henrique Maciel, destaca a importância do Projeto e o alcance que ele tem em todas as regiões do Acre. “Esse é um projeto da Polícia Civil que muito nos orgulha, tanto pela rápida resolução dos conflitos, quanto pelo empenho dos nossos profissionais que fazem a mediação. Já avançamos muito na criação de Pacificar em várias delegacias do Estado, porém, queremos avançar mais e ampliar o alcance do Projeto”, destacou Henrique.

Assessoria/ PCAC

contador de visitas para site gratis