Polícia Civil do Estado do Acre

Polícia Civil do Acre firma parceria com Ministério da Justiça para combater o crime de lavagem de dinheiro

Na tarde desta quarta-feira, 20, no auditório da Polícia Civil do Acre foi firmado o Termo de Adesão ao Programa da Rede Nacional de Laboratórios de Combate à Lavagem de Dinheiro pela Polícia Civil do Acre junto ao Ministério da Justiça.

O presente instrumento tem por objeto a adesão da Polícia Civil ao Programa Rede Nacional de Laboratórios de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro (Programa Rede-Lab), por meio da indicação de unidade administrativa como Laboratório de Tecnologia. O Laboratório de combate à Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil do Estado do Acre fica vinculado ao departamento de inteligência.

Os órgãos públicos aderentes assumem o compromisso de observar a Portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP nº 145/2022), que atribuiu à Rede-Lab a natureza de Programa de articulação institucional do MJSP, inclusive no que se refere aos objetivos, diretrizes e responsabilidades comuns.

Uma das atribuições do Ministério da Justiça é oferecer treinamento aos órgãos aderentes, o que já vem sendo realizado, tendo em vista que uma equipe veio de Brasília esta semana ministrar uma série de palestras aos delegados do Acre e aos servidores que atuam no Poder Judiciário, Ministério Público e Órgãos de controle.

Com esse pacto, membros da Polícia Civil terão, pelo prazo de cinco anos, acesso às bases de dados afetas ao trabalho dos integrantes do Programa Rede-Lab, promoção de intercâmbio entre as instituições, viabilizando o compartilhamento de conhecimentos e metodologias existentes, soluções tecnológicas, entre outros benefícios, visando dar celeridade nas investigações que envolvam o crime de lavagem de dinheiro.

O diretor-adjunto da PCAC, Clayton Videira, que assinou o Termo se mostrou grato ao governo federal pela atenção dada à Polícia Judiciária acreana e aos demais autores que combatem o crime de lavagem de dinheiro no Acre.

“É uma grande honra poder receber membros do Ministério da Justiça que trazem palestrantes renomados e compartilham seus conhecimentos. Esse é um passo importante, não apenas para a Polícia Civil, mas para o sistema de Justiça e Segurança Pública como um todo, que aprimoram seus conhecimentos. Agradecemos ao governo federal, ao Ministério da Justiça e ao ministro Flávio Dino”, destacou Clayton Videira.

contador visitas