Polícia Civil do Estado do Acre

Polícia Civil do Acre e Corpo de Bombeiros em ação conjunta com a Polícia boliviana localizam cadáver de brasileiro no país vizinho

A investigação da Polícia Civil acreana iniciou quando uma criança brasileira de quatro meses foi atendida no hospital de Xapuri com marcas de maus-tratos, trazida por populares que residem na Bolívia.

Durante os trabalhos investigativos foi identificado que o autor do delito, além de ter praticado maus-tratos contra a criança e manter a namorada em cárcere privado, foi posteriormente morto por desavenças em território boliviano.

O então autor, agora vítima de homicídio, era foragido do presídio Francisco de Oliveira Conde, e respondia por diversos homicídios.

Depois do trabalho investigativo e representação da Delegada de Polícia Civil do município de Xapuri, a Justiça acreana decretou a prisão temporária do responsável pelo homicídio.

A Polícia Civil logrou êxito em prender um dos autores, o qual, na manhã desta quinta-feira, 28, apontou para investigadores brasileiros e bolivianos o local em que foi enterrado o corpo.

O corpo localizado na Bolívia foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Rio Branco, a fim de constatar se é da vítima do homicídio.

As diligências da Polícia Civil para localizar o corpo, além de contar com o apoio da Policia Boliviana e do Corpo de Bombeiros de Xapuri, teve a participação dos policiais civis de Brasiléia e da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE).

“A cooperação entre o Poder Judiciário acreano, a Polícia Civil e a Policia Boliviana, com o apoio do Corpo de Bombeiros, foi essencial para a localização do corpo da vítima”, pontuou a Dra. Michelle Boscaro, Delegada de Polícia Civil de Xapuri.

contador de visitas online