Polícia Civil do Estado do Acre

Polícia Civil desarticula grupo criminoso especializado em roubos em Tarauacá

Na manhã desta quinta-feira, 28, a Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio dos policiais de Tarauacá prendeu um dos principais envolvidos nos diversos roubos que vinham ocorrendo na cidade nos últimos dias.

O nacional, das iniciais A. M. de S. foi reconhecido por diversas vítimas dos roubos que ocorreram na cidade, através de reconhecimentos fotográficos ou por imagens de câmeras de segurança. O reconhecimento ocorreu em pelo menos 6 roubos ocorridos nos últimos meses, todos eles na companhia de outros comparsas

O investigado já havia sido identificado como um dos autores dos roubos que vinham ocorrendo na cidade, e após representação da autoridade policial, foram expedidos Mandados de Prisão, que resultaram na realização de uma operação integrada envolvendo todas as forças de segurança (PC, PM e PP) que culminou na prisão de 5 integrantes da quadrilha, entretanto, o líder do grupo e outros indivíduos se evadiram antes do cumprimento dos mandados.

Os últimos roubos cometidos pelo grupo chegaram ao conhecimento das autoridades. Em um dos casos, o roubo foi contra um motorista de aplicativo na véspera de Natal, onde este foi brutalmente espancado e teve seus pertences roubados, sendo deixado amarrado em um ramal próximo à cidade.

Na unidade policial o suspeito foi reconhecido pela vítima, através de reconhecimento fotográfico, como um dos autores do roubo, além de ter sido constatado que o PIX que os autores efetuaram da conta da vítima foi para uma conta bancária em nome do próprio autor.

O mais recente roubo, que teve o uso de duas armas de fogo, ocorreu na noite de ontem, 27, onde o suspeito e seu comparsa renderam funcionários de um Pontão às margens do Rio Tarauacá, levando diversos objetos das vítimas e várias botijas de gás que eram comercializadas no local, subindo o rio usando duas canoas juntamente com outros comparsas ainda não identificados.

Os presos, que ainda passarão por audiência de custódia, estão agora à disposição da Justiça.

Assessoria/ PCAC

contador de visitas online para blog