Polícia Civil do Estado do Acre

PCAC e PF apreendem produtos de origem duvidosa avaliados em quase R$ 1 milhão

Assessoria/ PCAC

A Polícia Civil do Acre (PCAC), por meio da Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima – DECAV – cumpriu mandado de busca e apreensão no bairro Cerâmica, Rio Branco, com o objetivo de angariar dispositivos eletrônicos (HDs, smartphones, pen drives) que pudessem conter arquivos relativos à exploração e abuso infantil, bem como outros materiais ilícitos.

Ao adentrar na residência, os policiais se depararam com vários objetos de origem duvidosa, dos quais chamaram atenção: cerca de 140 pneus de caminhões novos, de marca não vendida no Brasil, 01 (um) revólver sem registro, munições, e aproximadamente R$ 72 (setenta e dois) mil reis, em espécie.

Acreditando que todo aquele material poderia ter relação com outros crimes não relacionados à DECAV, foi feito a comunicação da situação ao Departamento de Polícia da Capital e do Interior- DPCI, que prontamente se deslocou até o local para dar prosseguimento à busca.

Após analisar a situação, verificou-se que os crimes pertinentes seriam de responsabilidade da Polícia Federal. Por conseguinte, Polícia Civil e a Polícia Federal agiram em conjunto para a retirada do material, cuja origem era duvidosa, sendo encaminhados para a Receita Federal. Estima-se que todo o material apreendido seja avaliado em torno de R$ 01 (um) milhão de reais.

contador de visitas para blog