Polícia Civil do Acre

Justiça do Acre condena 18 membros de organização criminosa que foram presos pela PCAC; as penas somadas chegam a quase 150 anos de reclusão

A Justiça no Acre condenou esta semana 18 integrantes de organizações criminosas com base em provas coletadas em investigações da Polícia Civil do Acre (PCAC). Os sentenciados eram considerados responsáveis pela disciplina e pela liderança dessas organizações no estado do Acre.

As penas impostas pela Justiça somam um total de 149 anos, 10 meses e 11 dias de prisão, além de uma multa no valor de quatro mil dias multa. Essa sentença representa um passo importante no combate ao crime organizado e na busca por um estado mais seguro para todos os cidadãos.

A operação policial que culminou nessas condenações ocorreu em maio de 2023 e foi realizada por uma força-tarefa que incluiu a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), a Delegacia da 2ª Regional e contou também com o apoio investigativo e operacional do Departamento de Polícia da Capital e do Interior (DPCI) e do Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial do Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Durante a operação, foram cumpridos um total de 21 mandados de prisão preventiva e 26 mandados de busca e apreensão domiciliar. Essa ação foi resultado de uma investigação meticulosa e persistente que visava desmantelar estruturas criminosas que ameaçavam a segurança pública no estado.

Assessoria/ PCAC

contador de visitas para blog