Polícia Civil do Estado do Acre

Acre Registra Queda de 20% nos Homicídios em setembro de 2023

Delegado-Geral da PCAC reforça que apesar da queda nos homicídios em setembro, é importante manter o contínuo trabalho das autoridades e da sociedade em geral na busca de um estado mais seguro. Foto: Assessoria/ PCAC.

O mês de setembro trouxe uma notícia positiva para o estado do Acre, com uma significativa queda de 20% no número de homicídios em comparação com agosto do mesmo ano. Os dados, divulgados pelo Departamento de Inteligência da Polícia Civil do Acre (PCAC), revelam uma tendência promissora na luta contra a violência no estado.

De acordo com o levantamento, o mês de setembro registrou uma redução de 21,43% no número de homicídios em relação a agosto de 2023. Esse declínio nos índices de violência é um sinal encorajador para as autoridades e a população local.

Em setembro tivemos uma redução significativa nos crimes de homicídios praticados no Acre, no gráfico é possível ver as principais motivações desse tipo de crime.

Entre as principais motivações para os homicídios no estado do Acre, destacam-se:

Guerra entre Organizações Criminosas: A disputa territorial entre grupos criminosos é uma das principais causas de homicídios na região. A rivalidade entre essas organizações muitas vezes leva a conflitos violentos.

Motivo Fútil/Torpe: Outro fator que contribui para os homicídios é a motivação fútil ou torpe. Discussões e desentendimentos triviais podem escalonar para a violência letal.

Disputa por Terra: A luta pela posse de terras também tem sido uma causa recorrente de homicídios no estado, com conflitos agrários frequentemente resultando em violência.

Gráfico mostra as incidências e declínios em números de homicídio nos últimos 10 anos.

Um dado notável é que aproximadamente 99% das vítimas de homicídios no Acre são do sexo masculino, refletindo um padrão nacional e internacional em que homens são mais frequentemente vítimas desse tipo de crime. Quanto aos meios utilizados para cometer os homicídios, as armas de fogo e armas brancas são as mais comuns. Além disso, observou-se que o dia da semana com o maior índice de homicídios é o domingo, o que pode indicar um aumento da atividade criminosa durante os fins de semana.

Por fim, a cidade de Rio Branco é a que registra a maior ocorrência de homicídios no estado, sendo necessárias medidas específicas para combater a criminalidade na capital acreana.

Delegado-Geral da PCAC reforça que apesar da queda nos homicídios em setembro, é importante manter o contínuo trabalho das autoridades e da sociedade em geral na busca de um estado mais seguro. Foto: Assessoria/ PCAC.

“A queda nos homicídios em setembro é um sinal promissor para o Acre, mas também ressalta a importância contínua do trabalho das autoridades e da sociedade em geral na busca de um estado mais seguro. É fundamental que esses esforços sejam mantidos e aprofundados para garantir a redução sustentável da violência no estado”, explicou o delegado-geral da PCAC, Henrique Maciel.

Henrique Maciel destacou ainda a importância de abordagens estratégicas e colaborativas para enfrentar o problema dos homicídios. Ele afirmou: “A queda nos índices de homicídios é uma notícia positiva, mas não podemos nos acomodar. Estamos comprometidos em tomar medidas concretas para garantir um estado mais seguro.”, disse.

contador de visitas para blog